Blog

17 de abril de 2017

Conflitos na escola: como o diretor deve agir

GESTÃO ESCOLAR

Conflitos na escola: como o diretor deve agir

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Você sabe gerenciar conflitos na sua escola? Confira nesse artigo como lidar nesse tipo de situação.

17 de abril de 2017 - 13:36 - atualizado em 17 de abril de 2017 - 17:34

Uma das responsabilidades dos diretores é lidar constantemente com conflitos no ambiente escolar, e para isso é necessário conhecimento para enfrentar as situações e encontrar a melhor solução para as divergências. Veja nesse artigo, como o diretor pode agir nessas circunstâncias.

Conflitos na escola com os pais

Há diferentes situações que geram conflitos envolvendo os pais, como por exemplo, momentos em que ocorrem agressões entre os estudantes, reprovação de alunos, dificuldade no aprendizado e uso do uniforme escolar, dentre outras situações. O papel do diretor não é somente comunicar aos pais sobre o comportamento do seu filho, mas também criar uma parceria, deixando claro qual a função exercida por cada um. 


É importante fazer com que os pais sejam participativos na educação dos seus filhos, para isso a comunicação é o meio para melhor administrar essa relação. Uma orientação é realizar reuniões periódicas para alinhar questões que forem necessárias. 

Alunos

Administrar conflitos entre os alunos é uma das tarefas mais difíceis de serem realizadas, pois são situações que envolvem brigas, rivalidades entre os estudantes, bullying, preconceito, entre outros motivos.

 

O diretor deve deixar claro que comportamentos abusivos não serão tolerados dentro do ambiente escolar, para que todos os envolvidos sintam que o colégio é um espaço seguro e possam, deste modo, desenvolver as suas habilidades da melhor forma.


Um bom relacionamento, diálogo aberto e caminhos educacionais positivos em todo momento devem ser promovidos pelo diretor. Do mesmo modo, este deverá transparecer uma imagem de segurança, respeito e firmeza com os seus alunos. 

Membros da equipe pedagógica

O diretor deverá entender as divergências geradas entre os membros da equipe pedagógica, identificando como podem ser melhorados. Mas para isso, primeiro ele precisa escutar os problemas, sempre respeitando a opinião dos demais funcionários da escola. É imprescindível que trate a situação de forma clara, objetiva e sem arrogância, caso contrário, o clima poderá piorar e nenhum acordo será feito, gerando insatisfação para todos.


Os desacordos serão solucionados quando o diretor mostrar que pretende resolver o incômodo de cada um e realizar reuniões para apresentar e ouvir sugestões, dando oportunidade para todos falarem sobre a situação.É normal que pessoas envolvidas nesse tipo de situação não sejam abertas às soluções apresentadas, mas é importante manter a comunicação e gerenciar a conversa buscando a melhor resolução para cada circunstância.

Existe Método certo? 

Como o diretor deve agir em conflitos dependerá da gravidade do problema e da personalidade das pessoas envolvidas. Não há uma fórmula certa, mas a dica é sempre ouvir as partes para poder tomar uma decisão. Muitas vezes, somente uma conversa já é o suficiente para resolver os atritos. Uma das maiores dificuldades nesse cenário é que as pessoas não querem escutar o que as outras têm para falar e oferecer. O diferencial está em mostrar sensibilidade, empatia e conhecimento perante as situações.


E você diretor, o que achou do nosso artigo? Deixe seu comentário!

17 de abril de 2017 - 13:36 - atualizado em 17 de abril de 2017 - 17:34

COMENTÁRIOS PARA ESTE POST