Blog

12 de abril de 2018

Confira 9 dicas para melhorar a produtividade dos professores

GESTÃO ESCOLAR

Confira 9 dicas para melhorar a produtividade dos professores

Tempo estimado de leitura: 8 minutos

Uma escola é como um organismo vivo, dependente de vários elementos para sobreviver, evoluir e ter longevidade. Por isso, é fundamental manter todos os envolvidos no processo educacional trabalhando para se obter excelentes resultados. 

12 de abril de 2018 - 07:59 - atualizado em 12 de abril de 2018 - 09:37

No artigo anterior vimos 5 dicas de como melhorar o desempenho dos alunos em sala de aula. Hoje, vamos dar continuidade a esse trabalho com 9 dicas sobre como melhorar a produtividade de seus professores:


1. Crie um ambiente seguro

Segundo a pirâmide de Maslow, esse é um dos pilares para o desenvolvimento humano. Ofereça em sua estrutura um ambiente onde os professores possam se sentir seguros para chegar, estar e voltar para casa.


2. Forneça condições de higiene adequadas

A escola deve ser um espaço limpo e organizado, portanto faça o possível para haver artigos de higiene pessoal, bem como, material da copa e limpeza na sala dos professores e outros espaços, como laboratórios e auditórios.


3. Carga horária flexível

Um horário bagunçado pode acabar sobrecarregando seus professores em um turno e ignorando as necessidades pessoais desse profissional. Se precisar de ajuda para elaborar bons horários escolares, não deixe de ler esse post.


4. Sala de aula

As salas de aula devem oferecer estruturas adequadas com cortinas para bloquear o sol, bem como, cadeiras para que o professor possa descansar entre as pausas das aulas.


5. Faça pausas relaxantes e crie espaços de descompressão

A pressão em sala pode se tornar maçante com o tempo, é importante criar ambientes de descontração para que os professores possam tirar um tempo para relaxar entre uma aula e outra .


6. Dê autonomia para seus professores em sala

Permita que seu professor divida as atividades e pontuações como achar melhor, mesmo que isso implique em menos ou mais avaliações e trabalhos em grupo. Cada mestre tem a sua metodologia, dar autonomia a eles é uma ótima alternativa para motivar.


7. Gestão na medida certa

Muitas vezes, diretores e coordenadores cobram demais, outras vezes, acabam não cobrando postura alguma. É necessário um equilíbrio.Não poupe os elogios quando merecidos, ou puxões de orelhas quando for preciso.


8. Ofereça um ambiente livre para exposição das ideias

Às vezes, um professor quer dar ideias, mas a coordenação é muito engessada e não permite novas metodologias de ensino. Seja visionário, esteja aberto a opiniões e críticas dos professores.


9. Crie uma competição interna para o melhor do mês

Pode parecer bobo, mas, o ser humano adora competir. Quesitos como: “o queridinhos dos alunos”, “melhor em notas”, “maior aprovação” podem ser estabelecidos e pequenos brindes entregues ao fim do ano letivo.


É importante pontuar que, assim como os alunos são capazes de enaltecer o nome de uma Instituição de Ensino, os mestres são capazes de motivar ou desmotivar seus aprendizes quando estão ou não, satisfeitos em seu ambiente de trabalho. Por isso, é importante não só seguir essas dicas, mas sempre buscar as soluções de conflitos com o intuito de melhorar o ambiente dentro e fora de sala, tornando-o muito mais prazeroso e produtivo para todos.

12 de abril de 2018 - 07:59 - atualizado em 12 de abril de 2018 - 09:37

COMENTÁRIOS PARA ESTE POST