Blog

11 de maio de 2017

Como ser um gestor escolar melhor

GESTÃO ESCOLAR

Como ser um gestor escolar melhor

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Ser gestor de escola não é uma tarefa fácil e é fundamental o desenvolvimento de diversas características e habilidades. Para ajudá-lo a melhorar, produzimos esse conteúdo. Confira aqui conosco!

11 de maio de 2017 - 15:02 - atualizado em 11 de maio de 2017 - 15:55

Como ser um gestor melhor

Um bom gestor escolar não difere das características essenciais de um líder empresarial e não precisa ter nascido para a função, mas precisa aprender a coordenar esse tipo de instituição. 


É comum que sejam atribuídas qualidades ao gestor como carisma e admiração, o que de fato são boas atribuições para quem quer liderar pessoas. Porém, esse é um retrato equivocado, apenas essas características não tornam esse profissional competente. Além disso, são necessários muito trabalho, estudo e vontade de prosperar.


Para lidar com alunos, professores e funcionários, é fundamental muita sabedoria, competência e maturidade, pois, haverá situações de conflitos a enfrentar e decisões que precisarão ser tomadas em prol do bom andamento da instituição. 


A função de um gestor escolar


O perfil do diretor escolar inacessível e autoritário mudou com o tempo. Hoje, quanto mais aberto ao diálogo ele for, melhor será sua relação com o corpo docente e os alunos. O gestor escolar é o líder de projetos coletivos e participativos, que visam o aperfeiçoamento do aprendizado. 


Ele é um agente da mudança e da busca constante pela qualidade e desenvolvimento da instituição de ensino. Para isso, ele precisa ouvir os subordinados, e em conjunto criar estratégias e desenvolver maneiras de atingir os objetivos estabelecidos. 


Os alunos são os mais interessados para que sua escola cresça e tenha qualidade de ensino. Portanto, eles são os mais indicados para emitir sugestões, opiniões e críticas sobre problemas no dia a dia. Para que essas demandas sejam atendidas, é preciso que o gestor acompanhe de perto o que acontece na escola.


A equipe de trabalho precisa de um profissional consciente de suas necessidades, que entenda dos processos pedagógicos e crie um ambiente de interação multidisciplinar. Ele deve oferecer suporte aos professores, incentivando o desenvolvimento profissional e sugerindo ferramentas que visem aprimorar suas atividades.  


Com uma gestão participativa e que efetivamente ouça seus alunos, ele evita o abandono do corpo docente e também dos estudantes, que costumam ser ignorados.


Como gerir uma escola


O gestor educacional moderno não trabalha sozinho, ele está conectado com sua equipe de trabalho, dando autonomia a cada um para que desempenhe suas tarefas com responsabilidade e segurança. Dessa forma, é de responsabilidade de todos a execução dos processos de forma eficiente para atingir os resultados esperados.


Porém, ele não pode ficar envolvido apenas com os processos burocráticos e não tomar conhecimento do que acontece nas salas de aula e nem como são seus alunos. Ele precisa estar nos corredores, salas de aula e ambientes externos, se aproximando cada vez mais da rotina dos alunos.


Todos precisam ter certeza que o líder está atento a todo o andamento da escola e preocupado em fazer o melhor para a instituição. Com um ambiente de parceria, interação e apoio aos alunos, todos se unem para que a instituição seja efetivamente um centro educacional de qualidade.


Se você gostou desse conteúdo, clique aqui e continue a aprender mais sobre gestão escolar!

11 de maio de 2017 - 15:02 - atualizado em 11 de maio de 2017 - 15:55

COMENTÁRIOS PARA ESTE POST