Blog

08 de fevereiro de 2018

Como elaborar um bom horário escolar

GRADE DE HORÁRIO ESCOLAR

Como elaborar um bom horário escolar

Tempo estimado de leitura: 8 minutos
08 de fevereiro de 2018 - 09:50 - atualizado em 16 de fevereiro de 2018 - 12:59

Por que criar um horário escolar é tão complicado?


Só quem já tentou criar um consegue entender a complexidade dessa tarefa. Pois, diversas informações devem ser levadas em consideração durante a elaboração de uma grade, tais como: número de períodos; aulas; salas; disponibilidade dos professores; utilização dos espaços coletivos; sobreposição de matérias, outras unidades da Instituição de Ensino, nas quais, os mesmos mestres precisam dar as suas aulas durante a semana.


É pouco provável que você consiga criar uma combinação de horários perfeita sem ajuda de uma tabela no computador, por exemplo: o resultado do número de combinações disponíveis para dez disciplinas divididas em cinco dias é uma permutação, que gera milhões de combinações possíveis.


O problema é que, dentre essas combinações, ainda faz-se necessário pontuar os interesses dos seus colaboradores e a disponibilidade de lecionar nos dias da semana escolhidos. E, é claro que você pode tentar forçá-los a se encaixar na grade que julgar ideal, porém, isso poderia gerar profissionais insatisfeitos, o que certamente não será saudável para sua instituição a longo prazo.


Qual seria então, o primeiro passo para elaborar um bom horário?


Considerar o número máximo de variáveis possíveis para minimizar os transtornos com a grade. Se não sabe por onde iniciar, comece determinando quais valores são essenciais e quais são desejáveis para sua escola: pessoal, mercadológico, financeiro ou pedagógico? Determine pelo menos um essencial, e dois ou mais desejáveis. Considere que:

 

Pessoal: seu principal objetivo é a boa relação com os professores. Escolas que seguem esse valor buscam criar uma harmonia entre a grade escolar e os mestres. O mais importante é não desgastar seus colaboradores, buscando sempre otimizar o tempo deles, seja distribuindo as aulas de forma a reduzir os dias que devem lecionar na Instituição ou calcular seu deslocamento entre uma escola e outra. 

 

Mercadológico: busca concorrer com outras escolas, focando em oferecer vantagens, por exemplo, disponibilizando o máximo possível de ambientes extraclasse. O objetivo é manter o horário o mais competitivo possível para que o aluno ou responsável crie interesse pela escola e por seus diferenciais, tais como: esportes, línguas, tecnologia ou intercâmbios.

 

Financeiro: se a sua escola considera fundamental manter o menor custo possível, é importante se preocupar com elementos invisíveis que trazem gastos a mais para as instituições, como janelas nos horários dos professores, que em muitos locais são remuneradas, ou o custo com transporte e alimentação quando o professor comparece todos os dias à escola, mesmo que para dar apenas uma aula.

 

Pedagógico: focado na metodologia e aprendizagem do aluno, você deve sempre optar por encaixar os alunos em grades que variam entre matérias exatas e humanas, tornando o aprendizado o mais efetivo o possível. As aulas de educação física, por exemplo, nunca serão dadas em horários antecedentes às matérias exatas, para evitar que o cansaço físico dos alunos atrapalhe o desempenho mental.

Após determinar as prioridades, separe as informações que serão úteis na criação de sua tabela:

  • Turnos em que a escola estará em atividade;
  • Número total de turmas divididas por nível de ensino e período;
  • Carga horária semanal e grade curricular das turmas;
  • Professores e suas respectivas disciplinas;
  • Disponibilidades e preferências de cada professor;
  • Quantidade de salas ambientes ou quadra de esportes.

Esses são apenas os dados básicos para iniciar sua grade. Dependendo da prioridade de sua instituição, a lista pode ficar ainda mais extensa e complexa. Se você achou complicado até aqui, e já desistiu da ideia de fazer manualmente todas essas etapas sozinho, saiba que existe uma solução eficaz, desenvolvida apenas para sanar seus problemas relacionados à criação de horários.


Conheça o URÂNIA: Um programa de horários desenvolvido para poupar seu tempo organizando horários. Elabore e organize-os com facilidade e, principalmente, tenha a liberdade de modificá-los quando quiser, conforme as necessidades de sua instituição.


Conheça algumas das vantagens que o URÂNIA pode te oferecer:

  • Determinar os dias em que cada professor pode ou não lecionar;
  • Indicar como as aulas devem ser dispostas na semana (geminadas, separadas, só uma aula por dia, etc.);
  • Delimitar o número de aulas diárias de cada professor;
  • Trabalhar com dois ou mais professores em conjunto (divisão de classes);
  • Definir turmas com horários diferentes de início e término de aula;
  • Controlar a utilização de outros ambientes da Instituição, ex. quadras e laboratórios.

Independentemente de quais valores você determinou como essencias para sua instituição, o URÂNIA pode te ajudar.

Gostou? Visite nosso site, e deixe que o URÂNIA te conquiste pela praticidade.

08 de fevereiro de 2018 - 09:50 - atualizado em 16 de fevereiro de 2018 - 12:59

COMENTÁRIOS PARA ESTE POST